segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

A idade da Mulher



Mulher,

conte-me hoje:

- Por que tanto medo de envelhecer?

- Por que aceita que sua idade seja uma passagem de ida ao ostracismo?

- Por que releva o masculino e denigre o feminino?

por que, mulher?

Por que suas rugas são feias? Seu tempo é obsceno? Seu corpo é uma maldição?

Por que se violenta fora do seu tempo?

Por que aceita a determinação de um tempo? De uma conduta? Da roupa adequada?

Por que existem tantas regras para nos tornarem adequadas?]
Por que nos sujeitamos a elas?
E as cobramos... de outras mulheres?

Por que mulher? Por que transformou seu corpo, de fonte de prazer e vivência, em prisão?

Por que tanta dor no que devia ser a experiência?

Por que tanto corte no que devia ser a natureza?

Por que repetimos constantemente esse refrão?

Volte mulher.
Olhe-se no espelho.
Aceite sua beleza.
Reconheça o seu valor.

Não permita que a dor, que a sociedade, que o torpor a levem ao desgaste eterno de não poder ser mais a si mesma porque se sente traída pelo tempo que passou.

Volte.
Há muita vida aqui.
Para o que quiser fazer.

Ame-se mulher.
Hoje.
E todos os dias.

3 comentários:

Renata de Aragão Lopes disse...

Que todas as mulheres
passem por aqui! : )

Beijo,
doce de lira

cigana disse...

Obrigada por este belo texto; é um texto para refletirmos.
bjos
Amélia

Moa disse...

Um alerta atual e ao mesmo tempo verdadeiro às mulheres sobre o que cada uma pode ver de mais belo em si mesma.